Filipenses 2:1-11

…completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma coisa, tenhais o mesmo amor… —Filipenses 2:2

Gênesis 7–9
Mateus 3

Amo estar com pessoas… a maior parte do tempo. Há uma alegria especial que ecoa em nossos corações quando estamos com as pessoas que apreciamos. Mas, infelizmente não estamos sempre com aqueles com os quais gostamos de estar. Às vezes as pessoas podem ser espinhosas, o que pode ser a razão de alguém ter dito: “Quanto mais conheço as pessoas, mais amo o meu cachorro!” Quando não encontramos prazer em um relacionamento, tendemos a culpar a outra pessoa; e assim nos justificar para nos afastar e estar com as pessoas que gostamos.

O apóstolo Paulo nos conclama a comprometermo-nos com os nossos irmãos em Cristo. Na verdade, ele nos conclama a pensar “a mesma coisa”, não ter em “…vista o que é propriamente seu, se não também cada qual o que é dos outros” e para ter “…o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus” (Filipenses 2:2-5). Pense nisto. Jesus deixou Suas próprias prerrogativas e privilégios por nós; Ele escolheu viver como servo e pagou o supremo sacrifício que poderia nos trazer um relacionamento cheio de alegria com Ele (Hebreus 12:2). E Ele fez tudo isso a despeito de nossas chatices (Romanos 5:8).

Portanto, da próxima vez que você estiver próximo a alguém com quem é difícil conviver, peça a Jesus para ajudá-lo a encontrar uma maneira de compartilhar o Seu amor. Em tempo, você poderá se surpreender como Deus pode mudar sua atitude em relação às pessoas.

Ter a mente de Cristo é a chave para conviver bem com os outros.